Secretário de Educação está filiado ao PP desde setembro de 2018, comprova Justiça Eleitoral

O secretário de Educação, Mauro Sérgio, está filiado ao Partido Progressista (PP) desde o dia 30 de setembro do ano passado. Um registro de filiação fornecido pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) comprova que o secretário não tem vínculo partidário com a Frente Popular do Acre, e sim com a aliança que elegeu Gladson Cameli governador do Acre e garantiu mandato a sete dos oito deputados federais, tendo garantido, ainda, os dois senadores (Sérgio Petecão e Márcio Bittar).

Setores da imprensa noticiaram que Mauro Sérgio “está” filiado ao PSB,  legenda que compõe a Frente Popular. A informação tenta criar conflito diante da nomeação de Mauro Sérgio, mas é contrariada pelos registros cartoriais da própria justiça eleitoral. A assessoria do governo lembra que a ordem do governador é para que não se nomeiem filiados ao PT ou comissionados que tiveram vínculo direto com o PT. E reafirma que o critério técnico é imprescindível para assegurar resultados positivos na gestão iniciada há sete dias.