Rio Branco: escola invadida 48 vezes nunca teve respostas da polícia

No dia dos professores , alunos, funcionários e mestres da Escola Edilson Façanha, localizada na Rua Santa Rosa , regiao do Calafate, reviveram uma cena que, para eles, virou rotina: vandalismo, destruição e furto de aparelhos. Pela quadragésima oitava vez o local foi alvo de criminosos. Desta vez os bandidos utilizaram um pedaço de madeira para abrir um espaço na grade. Já no interior da escola a dupla furtou seis ventiladores. Na mesma acao seis janelas foram destruídas.

A Escola Edilson Façanha atende 828 alunos em três turnos. O diretor Valdemir Nicacio disse que todos os casos foram denunciados à policia. Mas ate hoje nenhuma das investigações foi concluída. “Nunca tivemos uma resposta da policia. Investigador ou delegado nunca apareceram aqui na escola” disse o diretor. Na manha desta segunda feira a aula terminou mais cedo por conta do forte calor nas salas.