Prefeitura de Rio Branco realiza Dia ‘‘D’’ de Combate à Sífilis

A Prefeitura de Rio Branco, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SEMSA), realiza dia “D’’ de combate à sífilis, nesta sexta-feira, 18, a partir das 8h30, na praça da Revolução. A ação faz parte da campanha Nacional de Combate à Sífilis e a Sífilis Congênita. A meta é detectar precocemente a sífilis durante os exames, pré-natal e iniciar imediatamente o tratamento.

 O objetivo da campanha é sensibilizar a população através dos meios de comunicação incentivando a prevenção e o diagnóstico e tratamento disponíveis na rede de atenção à saúde. As ações da campanha estão pautadas no incentivo à realização de testes rápidos à população, distribuição de preservativos, atividades educativas e divulgação nas redes sociais.

Neste contexto a Secretaria Municipal de Saúde de Rio Branco, programa junto aos profissionais orientações sobre a importância do diagnóstico e do tratamento adequado da Sífilis na gestante, durante o pré-natal, e da Sífilis em ambos os sexos como infecção sexualmente transmissível, será realizada ações de orientação e prevenção durante todo o mês de outubro.

A Doença

A sífilis é uma doença infecciosa causada pela bactéria Treponema pallidum. Podem se manifestar em três estágios, sífilis primaria, sífilis secundaria e sífilis terciária. Os maiores sintomas ocorrem nas duas primeiras fases, período em que a doença é mais contagiosa. O terceiro estágio pode não apresentar sintoma e, por isso, dá a falsa impressão de cura da doença.

Dados

Segundo dados do Boletim Epidemiológico 2018, em 2017, foram notificados no SINAN 119.800 casos de sífilis adquirida (taxa de detecção de 58,1 casos/100 mil habitantes); 49.013 casos de sífilis em gestantes (taxa de detecção de 17,2/1.000 nascidos vivos); 24.666 casos de sífilis congênita (taxa de incidência de 8,6/1.000 nascidos vivos); e 206 óbitos por sífilis congênita (taxa de mortalidade de 7,2/100 mil nascidos vivos).

No Município de Rio Branco no ano de 2018 foram notificados no SINAN 381 casos de sífilis em gestante, 823 casos de sífilis adquirida, e 25 casos de sífilis congênita. Em 2019 foram

notificados no SINAN 172 casos de sífilis em gestantes, 07 casos de sífilis congênita, 369 casos de sífilis adquirida.

A rede de atenção à saúde no município estar composta por 56 Unidades Básicas de Saúde e 01 Centro de Apoio ao Diagnostico (CTA) em todas as unidades de saúde será ofertado todos os testes rápidos de sífilis, HIV e Hepatite B e Hepatite C.

Programação dia D
Data Horário Atividades
18/10 08:30 as 16:30 Grande ação educativa na praça da revolução, com oferta de teste rápido, distribuição de preservativo masculino, feminino e gel lubrificante
08:30 as 11h Pit Stop no semáforo da praça da revolução com a participação dos Jovens do Projeto Quero a Vida, para a distribuição de Kits de Prevenção contendo os insumos e material informativo.
08h Ação Educativa na Policlínica Barral y Barral: Roda de Conversa sobre prevenção diagnostico e tratamento da sífilis e testagem rápida em parceria Área de Saúde da  Mulher da SEMSA.