Prefeita aguarda parecer de conselho para decidir se autoriza ou não reajuste na passagem de ônibus em Rio Branco

19 DE JULHO DE 2017 - MUDAN - CIDADE - 30ci0701 - NATINHO RODRIGUES

Em nota, a prefeita Socorro Neri esclarece que não há nada oficial além de um pedido das empresas para reajustar o preço da passagem de ônibus em Rio Branco. Na nota, a gestora da capital diz que a solicitação no reajuste é natural, feita a cada ano. Porém, nada será decidido antes de o conselho municipal de transportes faça o estudo de praxe e elabore um relatório conclusivo sobre o caso. Veja a nota abaixo:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A respeito da solicitação de revisão da tarifa de ônibus por parte do SINDCOL, a Prefeitura Municipal de Rio Branco considera importante esclarecer:

1 – De acordo com a legislação, anualmente as empresas de ônibus podem solicitar a revisão do valor da tarifa.

2 – A solicitação de revisão é encaminhada ao Executivo Municipal que, por sua vez, deve submetê-la à análise do Conselho Municipal de Transporte.

3 – Após extensa análise da documentação fornecida pelas empresas, que inclui planilhas de custos e notas fiscais correspondentes, entre outros, cabe ao Conselho Municipal de Transporte deliberar sobre o pedido de reajuste.

4 – Após a deliberação, o Conselho Municipal de Transporte encaminha a sugestão de um valor tarifário ao chefe do Executivo Municipal, que pode ou não fixar o valor sugerido.

5 – Esse é o rito.
Mas, por enquanto, não há nada além do pedido de reajuste feito pelas empresas.

Assim, em respeito aos usuários do transporte público coletivo e aos membros do Conselho Municipal de Transporte, a Prefeitura Municipal de Rio Branco esclarece que só se manifestará acerca da solicitação das empresas após a deliberação do Conselho Municipal de Transporte, na forma prevista em lei.

Rio Branco – AC, 8 de outubro de 2019.

Diretoria de Comunicação