Operação do Gefron apreende 13 kg de cocaína e 100 caixas de anabolizantes. “Bem sucedida”, avalia secretário

O Gefron – Grupamento Especial de Fronteira – realizou nesta quarta-feira, 16, operação, em fase experimental, de fiscalização e controle a veículos, especificamente a táxis e caminhões de carga que passavam pelo entroncamento de Senador Guiomard. Foram apreendidas cargas expressivas de anabolizantes e 13 quilos de cocaína em poder do peruano Fernando Garcia Saucedo, de 27 anos.

O secretário Paulo César (Segurança e Justiça) fez um balanço positivo da operação e garantiu toda a logística necessária para coibir o tráfico de drogas, produtos de contrabando e outros materiais ilícitos. “As condições relativas á logística ainda não são apropriadas. Porém, até o dia 15 de novembro o Gefron receberá todo o aparato de que precisa para operar. É mais uma promessa de campanha deste governo. Nossa luta é incessante para darmos a sensação de segurança que nossa população precisa”, declarou o secretário.

A ação é tem apoio das polícias Civil, Militar e Corpo de Bombeiros, além da Secretaria Extraordinária de Operações Integradas do Ministério da Justiça (SEOPI/MJ),

 De acordo com um dos coordenadores do Gefron, coronel Rômulo Modesto, o local da abordagem é estratégico, uma vez que entram em Rio Branco veículos advindos de Plácido de Castro, Epitaciolândia e Brasileia, sendo esses municípios que fazem fronteira com Bolívia e Peru.

“É um ponto de grande fluxo de veículos, a gente observa que esse ponto aqui é o mais utilizado por pessoas que têm intenção de cometer algum tipo de crime de fronteira e por esse motivo o Gefron já inicia suas atividades com esse tipo de operação”, destacou.

Durante abordagem a um táxi que vinha sentido Epitaciolândia/Rio Branco, foram encontradas mais de 100 caixas de medicamentos veterinários de origem americana, e que segundo a equipe do Gefron o motorista não soube explicar a origem dos produtos e não apresentou nota ou qualquer documento que comprovasse a entrada legal do material transportado. Diante do flagrante, toda a mercadoria foi apreendida e o condutor encaminhado à Polícia Federal para serem tomadas as devidas providências.

No início da noite, mais dois flagrantes foram registrados. O primeiro, um caminhão que vinha de Plácido de Castro carregado de sacos de carvão, frutos de exploração clandestina. O caminhão foi apreendido e encaminhado à Polícia Federal juntamente com o motorista que não teve sua identidade revelada.

O segundo delito trata-se de tráfico de drogas, no qual o motorista peruano que vinha de Epitaciolândia, também foi preso transportando mais de seis quilos de cocaína escondidas nas estruturas de uma mala e também foi encaminhado à PF.

De acordo com o delegado Rêmulo Diniz, também coordenador do Gefron no Acre, essa primeira atividade foi de caráter experimental, mas que já mostrou um resultado bastante positivo e que a finalidade do Gefron é atuar em toda a fronteira de forma móvel, conforme as demandas da Inteligência das forças de segurança.

“Nós temos uma extensão territorial longa, dois países vizinhos maiores produtores de cocaína, além de outros crimes praticados como contrabando e descaminho. Por isso a importância da atuação do Gefron nessas e outras operações que ainda serão realizadas”, finalizou.

A atuação do Gefron-AC, está no contexto da Operação Hórus por meio do Programa Vigia desencadeada também nos estados do Paraná, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Rondônia.

Com informações da Secom