Morte de Dom Moacyr: internação pela manhã e duas paradas cardíacas

O arcebispo de Porto Velho, Dom Moacyr Grechi, que faleceu nesta segunda-feira (17), havia sido internado pela manhã num hospital particular. Ele chegou a conversar, embora com alguma dificuldade, com uma religiosa que lhe cuidava há alguns anos.

Mas sofreu duas paradas cardíacas e morreu na UTI. O religioso de 83 anos reclamava de fortes dores no estômago.

“Ele teve a primeira parada por volta das 15h. Depois foi reanimado pelos médicos, mas voltou em estado grave. Agora a noite teve a segunda, mas ele não voltou”, explicou a irmã Maria de Fátima ao G1 RO.

Conforme o Padre Antônio Fontinelli, ainda haverá uma reunião com outros padres para definir quando, como e onde será o último adeus ao Dom Moacyr.

Nas redes sociais seguem as condolências. Internautas lamentam a perda e relatam a história do bispo de Rio Branco entre 1972 e 1998. 

O ex-governador Jorge Viana disse em sua rede social que perdeu um amigo e a principal referência espiritual. “Uma das notícias mais tristes da minha vida”, escreveu.