MONSTRAS: Natural de Rio Branco, lésbica que fugiu do AC degola e esquarteja o próprio filho com ajuda da companheira, no DF. Guarda da criança é do pai

Rosana Auri da Silva Cândido, de 27 anos, e sua companheira, Kacyla Pryscila Santiago Damasceni Pessoa, de 28 anos, foram presas na manhã deste sábado, em Samambaia Norte, cidade satélite de Brasília (DF).

O casal é acusado de matar uma criança de apenas 9 anos. O menino foi assassinado, esquartejado e as partes do corpo colocadas em malas e mochilas, aponta a investigação da Polícia do Distrito Federal. Rosana Auri da Silva é a mãe biológica do garoto, que dormia quando foi surpreendido pelas assassinas. 

O crime, segundo a polícia, aconteceu na noite da última sexta-feira. Uma mala com parte do corpo da criança foi encontrada na madrugada deste sábado na quadra QR 425. Jovens que jogavam bola ali perto viram quando as acusadas passaram com uma mala e jogaram no bueiro.

Na casa onde Rosana e Kacyla foram presas a polícia civil encontrou duas mochilas com o restante do corpo do menino.

Uma crianca de 8 anos, também filha de Rosana, disse a uma conselheira tutelar disse que sua mãe matou seu irmão.

De acordo com o delegado Guilherme Melo, Rosana e Kacyla são naturais de Rio Branco- Acre, e fugiram do estado com as crianças ha cinco anos, após perderam a guarda dos filhos para os pais. Cada criança era filha de um pai diferente.