Major Rocha abre escritório político em Cruzeiro do Sul e povo já apelida de “A Casa dos Artistas ll”

O pensador Karl Marx disse que a história só se repete em duas situações: como farsa ou tragédia. Após vinte anos, o atual vice-governador Major Rocha está repetindo a história ao abrir um escritório político na capital do Vale do Juruá, reeditando “A Casa dos Artistas”, nome emprestado de um really show do SBT, no início dos anos 2000, para designar o local onde funcionava o gabinete alternativo do então governador Jorge Viana.

De ambição desmedida, Rocha se articula para ser candidato a governador em 2020. “Eu fui contra ( à abertura desse escritório) porque é na terra natal do governador e iria remeter à idéia da Frente Popular”, alertou um ex-aliado de Rocha, informando que o local será freqüentado, dentre muitos outros, por detentores de cargos comissionados ligados ao vice-governador e à sua irmã, a deputada federal Mara Rocha.

O escritório “Casa dos Artistas”, primeira edição, era composto por figuras cavernosas como o ex-presidente do Sindicato da Educação, José Maria, Janete Ponce, ex-prefeito Paulo Dene, o ex-vereador Valdemir Neto e o lendário ex-prefeito Itamar de Sá.

“A população sabe que existem outras prioridade e, por isso, não perdoa”, declarou a fonte ouvida pelo acjornal. “A população já está chamando o local de “A Casa dos Artistas II”.

A casa pertence ao espólio da família Onofre, e está localizada numa das áreas mais nobres da cidade, na Avenida Coronel Mancio Lima – bem em frente à inusitada mansão da ex-deputada Idalina Onofre.

O Imóvel não pôde ser alugado porque está em fase partilha entre os herdeiros. No entanto, Major Rocha já estaria providenciando um imóvel mais pomposo. Ele pretende alugar uma mansão de dois pisos de um dos homens mais ricos do município, o empresário Epitácio Melo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui