Líderes de facções abandonam crime e aceitam Cristo, diz pastor ovacionado em presídio do Acre

O pastor Arnaldo Barros foi ovacionado dentro de um presídio do Acre, neste domingo, após o encerramento de um ato religioso que durou três dias. O Projeto PAZ PARA O ACRE visa “resgatar almas”.

A assessoria do pastor informou que “integrantes do alto escalão das facções criminosas PCC e B13 rasgaram suas camisas, como símbolo de que estavam saindo das facções a qual pertenciam”.

O pastor disse ter passado três dias “juntos com os interno, dentro do presídio, resgatando almas”. Ele não informou quantos apenados teriam aceitado Cristo e manifestado a decisão pessoal de abandonar o crime.

“É com alegria que vejo muitos deles entregando sua alma a Cristo”, afirmou.

e fac