Jornalista Roberto Vaz se diz surpreso com nomeação de esposa e pede que ela seja exonerada. Secom não explica quem indicou

O jornalista Roberto Vaz, sócio proprietário do site ac24horas, se disse surpreso com a nomeação de sua esposa, Laires Azevedo, para ocupar o cargo em comissão CEC-7, na área de Assistência Social da Fundação Hospitalar do Acre. A notícia foi dada pelo acjornal ( veja AQUI). 

“Ao tomar conhecimento da publicação no Diário Oficial, de imediato o jornalista fez contato com o governador Gladson Cameli, a quem agradeceu e informou que no momento sua esposa se dedica a cuidar da mãe, dona Laura e dos netos. Vaz Justificou que a esposa já desempenha função pública, com carga horário menor”, diz nota emitida pela pelo próprio empresário, segundo informou a Secom.

A Secretaria de Comunicação confirmou que o jornalista pediu ao governador para tornar o decreto de nomeação sem efeito.  A nota não explica quem indicou Laires Azevedo ao Cargo,  deixando no vácuo muitas questões. O governador fez a indicação e nomeou a mulher por iniciativa própria?

“Sobre os comentários de que o governador estaria comprando silêncio do site, o diretor apenas sorriu e fez questão de afirmar que exerce a profissão de jornalista com toda a liberdade. “Gladson Cameli tem sido um dos governadores mais democráticos da história do Acre. E jamais se referiu à linha editorial do site ac24horas.com, bem como não pede favores relativos à publicação ou não de reportagens sobre suas ações ou de seu governo”, finaliza a nota.

A Secom não soube explicar de onde partiu a idéia de nomear a mulher do jornalista.