Grilagem, roubo de madeira e compra de gado: delator informa à PF 10 fazendas “geridas” por grupo político no Acre. ASSISTA

O principal delator da Operação Buracos entregou à Polícia Federal uma lista de grandes propriedades rurais pertencentes a um seleto grupo político no Acre. Os imóveis subsistem às custas do chamado tripé da corrupção, que envolve grilagem de terras devolutas da União, formação de pastos, retirada de madeiras nobres e criação de gado.
Ex diretor do STR, ex-delegado de Conflitos Agrários da Fetacre e ex-gerente do Departamento de Ramais do Município de Rio Branco nas gestões dos prefeitos Jorge Viana e Raimundo Angelim, Sebastião Sena conta detalhes da investigação que não anda por conta do engessamento da PF no Acre, agravado pela ingerência política desde Brasília e no próprio estado.
A reportagem confirmou que a PF identificou que das 10 propriedades citados, a maioria, situada na Transacreana e nas BR-s 364 e 317, estariam em nome de pessoas próximas de ex-governadores de esquerda no Acre.
Assista à entrevista exclusiva ao jornalista Assem Neto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui