Governador assina convênio de R$ 48 milhões com a Caixa Econômica para infraestrutura

Uma das metas da gestão estadual é facilitar e proporcionar condições de tráfego dentro do estado, facilitando a logística nas estradas, ramais, pontes e rodovias. E para garantir essas condições e melhorar ainda mais a infraestrutura do Estado, nesta quarta-feira, 15, o governador Gladson Cameli, realizou a assinatura do contrato que viabiliza seis convênios com a Caixa Econômica Federal, no valor de aproximadamente R$ 49 milhões.

Os seis convênios irão garantir a pavimentação de uma área de Xapuri, a manutenção de pontos críticos de ramais, construção de pontes em estradas vicinais , construção de uma rampa em Porto Acre, manutenção de pontos críticos dos ramais em Sena Madureira e recapeamento de vias urbanas.

Parcerias como essas são de extrema importância, pois garantem o desenvolvimento do nosso estado. E não medirei esforços em buscar apoio e parceiros que viabilizem melhores condições de vida à nossa população. Neste ano de 2020, estaremos realizando diversos projetos de infraestrutura que irão melhorar a trafegabilidade no estado, refletindo diretamente em áreas como produção, agronegócio, turismo, comércio, ou seja, trazendo benefícios à população”, destaca o governador.

O superintendente da Caixa Econômica Federal, Victoram Costa, explica que a princípio veio apresentar ao governador as principais linhas de crédito para o ano de 2020. “Esperamos manter uma parceria de investimentos dos recursos disponíveis, por meio de contratos e repasse. Além disso, temos também outras formas de investir e melhorar o desenvolvimento do estado através do governo e hoje nós assinamos um contrato para a execução de seis convênios que vão proporcionar uma melhoria infraestrutura do Estado”, explica.

A Caixa é o mandatário do governo federal sendo o instrumento para fazer o repasse, a análise de projeto e acompanhamento da aplicação do recurso. O trâmite ocorre da seguinte forma: o Estado apresenta o projeto para a execução e após ser aprovado ocorre a autorização de licitação. Concluída a licitação apresentada à Caixa, o contrato de repasse fica apto a receber o recurso para a execução das obras.

Fonte: Secom