Fim do mistério: Major Rocha será vice de Gladson Cameli

O deputado federal Major Rocha, presidente da Executiva Regional do PSDB, será o candidato a vice governador do Acre na chapa encabeçada pelo senador Gladson Cameli. Conselheiros políticos reunidos com o próprio senador e demais dirigentes da coligação (PMDB, PP e PSD), neste sábado, entenderam que o tucano é a opção que mais agrega força para derrotar a Frente Popular após 20 anos de hegemonia do PT no poder.

O anúncio da chapa majoritária, com Gladson, Rocha, Márcio Bittar (PMDB) e Sérgio Petecão, deveria ser feito nesta segunda (12), mas o presidente do PSDB está em viagem ao exterior. A oposição e seus partidos aliados preparam uma solenidade que reunirá, além de militantes, dirigentes vindos dos municípios. Os suplentes de Sérgio Petecão e Bittar, pré-candidatos a senador, também serão conhecidos.

Uma fonte consultada pela reportagem de acjornal reafirmou que o PMDB foi convencido a aceitar Rocha, que tem profundas divergências com o senadorável Márcio Bittar. “Em nome da máxima unidade que conseguimos costurar, essas desavenças precisam ser esquecidas. No mesmo palanque só restará espaço para propostas. E vamos que vamos”, disse.

Outro informante, ao ser surpreendido por telefonemas da nossa reportagem, riu, titubeou, mas confirmou a informação sobre o vice, pedindo, no entanto, que seu nome não fosse mencionado. “É o que melhor atira”, brincou, referindo-se à postura combativa de Rocha contra o PT nacional e contra o governo do médico Tião Viana.

Há algumas semanas, Gladson disse, em entrevista exclusiva ao jornalista Assem Neto, que Major Rocha indicaria o vice e ele, Gladson, faria a escolha do nome. A auto-indicação do tucano somente foi tida como real, embora incerta, alguns dias atrás. Noutros tempos, Rocha tentou emplacar a irmã, a jornalista Mara Rocha, para a vaga, ou mesmo para concorrer ao Senado. Nesta configuração, a ex-apresentadora da TV Gazeta, demitida a mando de Tião Viana e detentora de grande carisma, deve disputar a Câmara Federal, pleiteando a vaga que será deixada pelo irmão.