Expulsão de André Maia é anulada e presidente da municipal no Quinari entra na degola

A expulsão do prefeito André Maia dos quadros do PSD está anulada. “Foi um ato isolado, motivado por problemas pessoais”, declarou o professor Coelho, presideente da Executiva Regional da legenda no Acre.

A direção maior do partido entende que o presidente da Executiva Municipal no Quinari, João Carvalho, tomou decisão desgastante, apressada. O presidente do PSD estava reunido com dirigentes às 18 horas desta quarta.

O PSD emitirá uma nota pública ainda hoje.

Questionado sobre como o partido irá tratar o presidente da executiva municipal, Coelho afirmou que “a gente está vendo isso, para evitar ainda mais desgaste”.

os dirigentes entendem que André Maia e João Carvalho deviam ter “conversado” sem expor a legenda ao ridículo.

As “questões Pessoais” entre os dois não foram reveladas.

João Carvalho dificilmente permanecerá à frente do PSD em Senador Guiomard.

O senador Sérgio Petecão, maior patrimônio político da legenda no Acre, não se manifestou, mas, segundo assessores, apoiará a decisão que será tomada pelo presidente da Executiva Regional.