Eleito que vivia babando o PT e “não queria papo” com Gladson emplaca assessor de Tião Viana na Presidência do Idaf: Fotos

Por ser um órgão estritamente técnico, o Instituto de Defesa Agroflorestal (Idaf) em toda a sua historia, nunca teve um nome de fora do agronegócio tendo todos os seus presidentes ligados ao setor ou ao instituto, e seus setores sempre ocupados por servidores da casa, que trabalharam heroicamente para que o Acre obtivesse varias conquistas, como a área de livre de aftosa sem vacinação.

Em um primeiro momento um servidor da casa, médico veterinário, chegou a ser cogitado para assumir a presidência, sendo indicado pela deputada federal eleita Vanda Milani, que chegou a mandar o servidor assumir o IDAF., que durou apenas um dia, pois a mesma informou que o IDAF foi “entregue” ao deputado estadual eleito Nenem Almeida, pessoa que sempre foi próxima ao PT e ao ex-prefeito da capital, Marcus Alexandre e à FPA.

O deputado indicou – e o governador Gladson Cameli nomeou, nesta sexta-feira – o engenheiro civil Rogerio Melo para presidente, outro que sempre esteve ligado as campanhas da FPA e a todos os seus apadrinhados que até outubro balançavam as bandeiras do PT.

Nenem almeida inclusive declarou a imprensa que não faria base do atual governador.

Rogerio melo até 2018 ocupava cargo comissionado de direção na  CGE assessorando o secretario Giordano Jordão, controlador geral do estado, conforme fotos em anexo.

A maioria dos servidores do Idaf sempre foi contrária aos ideais da FPA. Esta mesma maioria votou em Gladson Cameli acreditando que, desta vez, oa critérios técnicos iriam prevalecer. Ledo engano !

Segue abaixo fotos do deputado Nenem Almeida e seus apadrinhados que foram indicados ao idaf.

 

 

 

Abaixo, fotos de Rogerio Melo (de vermelho) nas campanhas com Marcus Alexandre. O presidente nomeado, e seu vinculo de quando era comissionado pela FPA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui