Educação garante que merenda escolar não será problema em 2020

A Secretaria de Educação, Cultura e Esportes (SEE), por meio da Divisão de Merenda
Escolar, reafirma o compromisso do governo do Estado com o reforço da merenda
escolar, para garantir aos alunos uma alimentação a mais no horário escolar.

O ano letivo teve início no último dia 10 (segunda-feira) e de lá para cá as escolas
urbanas e as rurais de fácil acesso já recebem os mantimentos a fim de garantir a
merenda dos estudantes.

“Nossos esforços são para que não falte merenda em nenhuma escola”, afirma o chefe da Divisão, professor Mauro Sérgio.  A logística montada pela Educação informa que no que diz respeito aos alimentos não perecíveis (feijão, arroz, macarrão), todas as escolas de Rio
Branco já receberam e continuarão recebendo os mantimentos.

Quanto aos alimentos perecíveis (carne, frango, peixe), esclarece que as sete rotas de
Rio Branco já estão sendo concluídas. “Nesse caso específico, pode até ser que não
tenha um ou outro item, mas o fato é que não há nenhuma escola sem merenda”, faz
questão de dizer.

Em relação a preocupação dos diretores no que diz respeito a quantidade de
alimentos, Mauro Sérgio esclarece que não há motivo para essa preocupação. “Vamos
garantir a distribuição e, se necessário, reduzir o intervalo entre uma entrega e outrapara que não falte alimentação para os nossos alunos”, disse.

Desde o ano passado, o governador Gladson Cameli assumiu o compromisso de, a
partir do ano letivo de 2020, realizar duas refeições para os estudantes, sendo um
lanche e um almoço em cada turno.

A diretora da Escola Pedro Martinello,localizada no bairro Montanhês, parte alta da cidade, informa que estão sendo servidas cinco refeições, sendo um lanche e almoço pela manhã, almoço e lanche à tarde e jantar à noite.

loading...