Éber Machado nega ir para a oposição e admite filiar-se ao PDT

O deputado Eber Machado, primeiro vice-presidente da Assembléia Legislativa, afastou a hipótese mais remota de reforçar a oposição. “Tenho muitos amigos na oposição e reconheço que ali existem líderes valorosos. Mas esta possibilidade não está sendo discutida”, disse o parlamentar. “Os convites chegaram, não vou negar”.

Machado mantém a pré-candidatura a deputado federal e, ao comentar o futuro político, admitiu que pode filiar-se ao PDT, partido que apóia o governador Tião Viana (PT). “É um partido grande, tem uma visibilidade e densidade eleitoral que dispensa comentários e, além de tudo, terá um candidato a Presidência da República, no caso o Ciro Gomes. É um momento de reflexão ainda, em que a família e os amigos do nosso mandato devem ser ouvidos”, declarou o deputado.