Deputado que aprovou CPI dos Transportes Públicos sofre ameaças: “sabe onde está se metendo”?

O deputado Éber Machado (PDT), vice-presidente da Assembléia Legislativa, prestou queixa-crime, na tarde desta quinta-feira, na Divisão de Investigações Criminais. O parlamentar comunicou estar sofrendo ameaças. E atribui as tentativas de intimidá-lo às conquistas de seu mandato nesta semana, quando conseguiu aprovar a instalação de uma CPI para apurar irregularidades no sistema de transportes coletivos de Rio Branco.

A comissão parlamentar de inquérito foi motivada pelo aumento nas passagens de ônibus. Éber insiste que as planilhas apresentadas pelos empresários precisam ser periciadas e melhor investigadas.  O deputado disse à polícia que foi intimidado nas proximidades do Mercado do Bosque, quando desconhecidos gritaram seu nome e alertaram; “tome cuidado”. Noutra ocasião, relata o deputado, numa ligação de número restrito um cidadão indagou: “você sabe onde está se metendo”? Em vídeo gravado na frente da delegacia, o deputado pede orações e reafirma que não vai desistir da investigação.

O delegado Sérgio Lopes de Souza investiga as ameaças.