Deputado engomadinho Roberto Duarte contraria 2 exames de DNA e renega irmãos biológicos

O advogado e deputado estadual Roberto Duarte Júnior (MDB) despreza um casal de irmãos biológicos. Ele nega o parentesco com um rapaz de 20 anos e uma jovem de 23, que moram em Senador Guiomard, apesar de dois exames de DNA com resultado positivo.  O primeiro exame foi bancado pelo próprio deputado. No curso de uma ação judicial por reconhecimento de paternidade, Duarte pediu novo exame. O juiz  autorizou. O resultado, novamente positivo, ainda não convence o deputado, que usa influência de político e advogado para trancar a ação.

Outra ação paralela, movida pelos irmãos biológicos do deputado, pede, na justiça, a partilha dos bens deixados pelo advogado Roberto Duarte, pai do deputado. A fortuna inclui mais de 60 imóveis, ações do Grupo Miragina, do Mira Shopping e outros, além de causas judiciais que tramitavam na época em que o patriarca dos Duarte faleceu, em 27 de outubro de 2011. O deputado pede um terceiro exame de DNA.

O deputado e sua irmã, Roberta Duarte, que mora em Dubai, eram os únicos herdeiros até o aparecimento de Matheus e Juliana Lameira. O inventário somente poderá ser aberto quando a questão sobre a paternidade for resolvida. O parlamentar insiste em travar a tramitação natural das ações, interpondo recursos e apostando no improvável.

Juliana, irmã de Roberto Duarte, foi quem fez o segundo exame, após coleta de material genético do próprio irmão deputado e de duas tias suas.

O parlamentar é acusado de dilapidar o patrimônio herdado do pai. A maioria da fortuna estava em nome da esposa de Roberto Duarte (o pai), Sarah Felício, que também é falecida.

O acjornal ouviu a família que move as ações contra o deputado, na tarde deste sábado. Dona Mirian Rocha, com quem Roberto Duarte teve Juliana e Matheus, mora em casa simples e sofre de depressão. Ela recebeu o repórter Assem Neto, mas não autorizou publicar a entrevista, por enquanto. Matheus, que trabalha como frentista num posto de combustíveis da cidade, disse que jamais viu o irmão deputado pessoalmente. Nem mesmo o pai famoso. “Minha mãe é a base da família. Ela nunca deixou faltar nada pra gente. Sem ela, não sei como seria enfrentar tudo isso”, disse o jovem.

Matheus usa em seu perfil a inscrição “Clonazepan”, medicamento altamente poderoso para tratamento  de depressão, ansiedade e outras doenças emocionais. Perguntado sobre os motivos, ele disse: é o que tem ajudado a minha mãe.

Juliana aceitou conversar pelo aplicativo Whatsapp. Mas nem todas as perguntas ela se sentiu à vontade para responder. Educada, bonita e inteligente, a irmã do deputado Roberto Duarte deu declarações que serão reveladas na segunda reportagem sobre o tema, neste domingo.