Delegados repudiam gesto autoritário e abusivo que removeu Pedro Resende do Denarc. Leia a nota

Em nota pública assinada pelo seu presidente Fabrizzio Leonard Sobreira, a Associação dos Delegados de Polícia Civil do Acre repudia a remoção do delegado Pedro Resende do Denarc, a delegacia que faz a repressão a entorpecentes. Foi um ato arbitrário e ilegal, entendem os colegas de Resende.