Câmara de Vereadores aprova Projeto de Modernização do Sistema de Iluminação Pública de Rio Branco

A proposta do Executivo de Modernização e Melhoria de Eficiência Energética da Iluminação Pública foi aprovada na Câmara de Vereadores de Rio Branco nesta quinta-feira, 11. A partir de agora, a Prefeitura de Rio Branco está apta a adquirir o financiamento R$ 48 milhões para desenvolver o projeto.
A matéria foi aprovada por 12 votos favoráveis a três contrários, em redação final. Segundo o relator do projeto e líder do Executivo na Câmara, vereador Rodrigo Forneck (PT), os parlamentares votaram em prol da população, em especial, a mais vulnerável.

“O debate da eficiência energética é urgente, pois a iluminação pública atual não é eficiente. Esse, provavelmente, é o maior investimento social que aprovamos nesta nossa legislatura. Pois, beneficia a população, gerando qualidade de vida especialmente aos moradores das áreas periféricas”, salientou Rodrigo Forneck.
Eduardo Farias, vereador PCdoB, destacou que das 27 capitais do Brasil, Rio Branco está entre as estão aptas no Banco Central a adquirir financiamento. “Além do Município ter capacidade de adquirir o financiamento, o próprio investimento se paga e ainda gera lucro. Fico feliz em ter votado favorável em um projeto que é bom para o cidadão, para a cidade e para economia do município”, frisou.

O vereador do PSB, Artemio Costa, esclareceu o valor do investimento. “Querer comparar obra realizada em Minas Gerais e em São Paulo, com obra que é realizada no Acre, é um absurdo. Por exemplo, um apartamento em Rio Branco de R$ 500 mil custa R$ 180 mil em uma cidade de praia no Nordeste. Tenho o prazer de sair na foto por ter aprovado um projeto que vai iluminar a nossa capital”, ressaltou.

Entenda a proposta

O projeto Modernização e Melhoria de Eficiência Energética da Iluminação Pública consiste em uma série de ações, como a economia do consumo energético e a redução significativa dos gastos com manutenção e fiscalização. Atualmente, a Prefeitura de Rio Branco possui o gasto anual de R$ 19,4 milhões com atual sistema de iluminação. Com o de LED, esse custo cai para R$ 6 milhões. Além de serem possuírem maior durabilidade, tendo em vista que a vida útil de uma lâmpada tradicional é de 15 mil horas, enquanto as de LED possuem a durabilidade de 50 mil horas, as novas luminárias são ambientalmente mais limpas.
A substituição da iluminação convencional de Rio Branco por luminárias de LED, além gerar economia ao Município, fortalece a segurança dos riobranquenses. O projeto beneficia diretamente a população. As pessoas que moram nos bairros mais distantes da nossa capital também têm direito a uma iluminação pública de qualidade.