Taxistas e toyoteiros denunciam aos deputados 8 mil clandestinos

Taxistas intermunicipais vão a assembléia legislativa para denunciarem a clandestinidade no transporte de passageiros nas linhas para o interior do Estado

A categoria dos taxistas e toyoteiros intermunicipais do Estado do Acre lotaram a assembléia legislativa acreana, na manhã desta quarta-feira (4), para denunciar a presença de pessoas não credenciadas fazendo transporte de passageiros de Rio Branco para o interior e vice- versa.

Eles entregaram aos deputados um relatório que retrata, em números, os dados reais da clandestinidade no transporte coletivo intermunicipal do Acre.

Segundo o levantamento feito pelos sindicatos das duas categorias, cerca de 4 mil veículos particulares estariam, hoje, realizando transporte de passageiros na região do Alto Acre sem autorização dos órgãos competentes.

Esse número se repetiria, segundo os taxistas, nas regiões do Vale do Purus, Tarauacá e Juruá.

“A agência fiscalizadora não tem conseguido fiscalizar e coibir essa ilegalidade. Por isso estamos aqui, pedindo ajuda aos deputados” disse Esperidião Teixeira, presidente do sindicato dos taxistas do Estado do Acre.

Os deputados interromperam a sessão para se reunir com os taxistas. Depois de ouvirem os relatos da categoria, os parlamentares acreanos garantiram que vão acionar a agencia reguladora dos serviços públicos para apurar as denúncias e combater a irregularidade.