A bengala do Flaviano: deputado que pediu intervenção federal não aparece em reunião pela paz no Acre

O deputado estadual Roberto Duarte (MDB), principal entusiasta da faraônica intervenção federal no Acre, não apareceu na reunião convocada pelo governador Gladson Cameli, neste domingo, para definir estratégias de enfrentamento à violência no Acre.

Duarte estava convidado e era aguardado para propor alternativas que se somem às forças de segurança para combater o crime. O encontro reuniu parlamentares federais e chefes dos demais poderes, além do Ministério Público. O advogado deputado sequer justificou a ausência. Ele é um ex-aliado que abandonou a coalizão com discurso de independência, mas tem parentes no alto escalão do governo e os ataques que faz em especial ao governador tem aval do deputado federal Flaviano (outro que não apareceu na reunião), líder maior do MDB.

O vereador de Rio Branco, Emerson Jarude (Sem Partido), cotado para ser vice de Duarte numa chapa que concorreria à Prefeitura de Rio Branco, também sumiu. A dupla “apanhou” muito nas redes sociais, semana passada, após uma live em que apresentam o pedido de intervenção.

Eles buscam mais 4 assinaturas para validar o pedido -o que é improvável, considerando argumentos inconsistentes e a flagrante intenção politiqueira ante à pré-campanha política desse ano.