R$ 5.9 bilhões: deputados aprovam LDO e governo contempla Defensoria Pública

REDAÇÃO

Em sessão que variou às 17 horas desta quinta-feira (10), a ALEAC aprovou o texto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), com previsão de investimento na ordem de R$ 5,9 Bilhões. O governador Gladson Cameli manteve a prioridade em setores estratégicos e essenciais – educação, Saúde, Produção e outros. E busca uma dinâmica na administração do orçamento que terá em 2020.

O resultado foi consensual e obteve 22 dos 24 votos possíveis em plenário, fruto de muita articulação e encontros, da equipe econômica e os parlamentares, que tiveram acesso à todas tratativas propostas pelo Palácio Rio Branco. Quanto à reivindicação da Defensoria pública, que solicitou aumento de seu percentual no orçamento, de 0,9% para 2%, os parlamentares garantiram orçamento suplementar, que garantirá mais 0,8 por fora da LDO, sendo esta uma possibilidade concreta e que diminuirá a penúria da Defensoria pública no estado. O líder do Governo na ALEAC, Luiz Tchê, do PDT, engrandeceu a unidade e compromisso dos parlamentares, também a democracia posta pelo governador Gladson Cameli, que abriu os números da economia e garantiu participação democrática nas discussões, inclusive com a oposição.

O presidente da casa, deputado estadual Nicolau Jr.,  (PP) conduziu os trabalhos de encaminhamentos da proposta quando o relógio já marcava 17:30. “Não podíamos ser mais democráticos. Ouvimos todos os lados, esgotamos todas as tratativas. Cumprimos mais uma importante etapa desse projeto para mudar para melhor a vida dos acreanos”, destacou Nicolau. Outras dezenas de projetos e requerimentos dos mais diversos deputados, foram votados e aprovados pelo plenário. A Assembléia entra em recesso a partir desta sexta-feira (10) é retorna aos trabalhos na quarta-feira (02) de agosto mês.

Mais Notícias
Carregue mais
%d blogueiros gostam disto: