Agentes encontram 58 armas artesanais escondidas no subsolo de presídio em Sena Madureira

REDAÇÃO

Agentes penitenciários fizeram nesta quinta-feira (11) uma das maiores apreensões da história no presídio estadual Evaristo de Moraes, em Sena Madureira. Durante uma operação, 58 facas e terçados artesanais foram retirados de um bloco ocupado, ate há pouco tempo, por uma facção criminosa denominada Comando Vermelho (CV).  De acordo com a coordenação de segurança da unidade, os agentes penitenciários usaram boca de lobo e outras ferramentas para localizar os ferros que estavam escondidos no subsolo dos banheiros do pavilhão três.

Ao todo, foram fiscalizadas sete celas. O pavilhão já havia sido desativado e passará por uma reforma na estrutura de parede, piso e portas, pois as armas foram fabricadas das grades das portas. Após cortar as grades, os ferros eram transformados em terçados ou facas dependendo do tamanho. Os integrantes do CV se preparavam para um possível confronto dentro da unidade ou até investida contra a guarda do presídio, no entanto, foram transferidos previamente para outro bloco, construído recentemente. Os agentes comemoraram o resultado positivo da operação desencadeada nesta quinta-feira.

Ascom Iapen

Mais Notícias
Carregue mais
%d blogueiros gostam disto: