Homem morre em hospital de MG e sobe para 5 as vítimas fatais da explosão de barco em Cruzeiro do Sul

REDAÇÃO

A unidade hospitalar especializada em tratamento de queimados de Minas Gerais confirmou a morte de um acreano que havia sido transferido no dia 12 deste mês. O homem de 33 anos estava no barco que explodiu à margem do Rio Juruá, em 7 de junho. Já são cinco os mortos em decorrência da tragédia.

No hospital mineiro ainda estão internados cinco ferido e, em Brasília, outros quatro. Todos estão em estado grave. Um bebê de 9 meses faleceu no Hospital da Criança, também neste sábado. A mãe da criança também estava na embarcação, ficou gravemente ferida e faleceu há uma semana.

Segundo o G1 de MG, entre os pacientes da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) está um menino de 4 anos com 25% do corpo queimado. “De acordo com o diretor assistencial da fundação, Marcelo Lopes Ribeiro, as queimaduras da criança estão concentradas na face e em membros”, diz a publicação.

Mais Notícias
Carregue mais
%d blogueiros gostam disto: