Demitido o policial que facilitou furto de armas em delegacia de Brasiléia

REDAÇÃO

O policial civil Maicon Cezar Santos foi demitido dos quadros da Secretaria de Justiça e Segurança Pública do Acre, de acordo com decreto publicado no Diário oficial desta segunda-feira.

As autoridades policiais alegam que foram dadas todas as oportunidades de defesa ao servidor público. Um processo interno aponta o agente como como responsável pelo furto de cinco armas armas na delegacia do Brasiléia na madrugada do dia 12 de junho do ano passado. Maicon também foi responsabilizado por facilitar a entrada de um homem boliviano no país, a fim de furtar as armas. O estrangeiro foi preso.

 Porém, Santos é considerado foragido já que a polícia não o localizou na cidade.

“Tem um mandado de prisão e não estamos encontrando ele. Está foragido. Já saiu do endereço. Eu mesmo pedi a prisão e o juiz decreto. Ainda tenho que concluir o inquérito, mas com relação a autoria dele está bem elucidada”, complementou.

O juiz da Comarca de Brasiléia, Clovis Lodi, mandou prender o agente em dezembro do ano passado. O mandado de prisão nunca foi cumprido e o policial continua foragido. Ele gravou um vídeo em que alega inocência, prometendo se entregar.

Três pessoas também estão sob custódia no sistema prisional do Estado, acusados de envolvimento no furto, entre eles uma mulher. Duas submetralhadoras e um fuzil, além de carregadores e munições, foram localizadas ao lado do hotel que era arrendado pelo policial na cidade de Brasiléia.

Mais Notícias
Carregue mais
%d blogueiros gostam disto: