Candidatos denunciam renovação irregular de contratos no ISE; gestor diz que segue orientação do MP e PGE

REDAÇÃO

Pelo segundo ano consecutivo o Instituto Sócio Educativo renovou os contratos de 230 profissionais sem que houvesse previsão legal no edital. Em abril do ano passado o governo desconsiderou esta regra. O vínculo com o ISE venceu no mesmo período desse ano (mês passado) e foi mais uma vez renovado, enquanto de 10 mil a 15 mil pretendentes à vaga aguardam novo edital. Esta é a denúncia que fazem os grupos de estudantes que aguardavam a oportunidade de disputar as vagas num eventual concurso aberto à população. Esse ano foi anunciado pelo governador que haveria concurso.

O outro lado

O diretor atual, Rogério Oliveira da Silva, procurado pela manhã desta segunda-feira, admite que não há previsão de renovar os contratos. “Porém, o governo anterior não fez previsão orçamentária para contratar via concurso público. A PGE nos orientou a renovar os contratos e o MP entrou no caso, recomendando, por meio de ação civil pública contra o ISE, para que isso acontecesse”, diz Rogério.

O gestor do ISE esclarece que, segundo a recomendação do MP, o concurso deve ser realizado impreterivelmente no ano que vem. “Faremos o concurso em no máximo 12 meses. Estamos fazendo inclusive a justificativa de aumento de vagas, para levar as informações ao governador. Nós trabalhamos de acordo com a demanda de adolescentes em risco. O quantitativo de vagas que será ofertado neste concurso nós saberemos em alguns dias”, disse. 

Mais Notícias
Carregue mais
%d blogueiros gostam disto: