Pacientes sem proteína: empresa leva calote e suspende fornecimento de carne para hospitais do Acre

REDAÇÃO

O fornecedor de carnes para o Governo do Acre suspendeu o enviou do alimento para os hospitais de Rio Branco. A alimentação de pacientes e acompanhantes não contém proteína neste sábado, na Maternidade Bárbara Heliodora, no Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco e no Hospital de Saúde mental (Hosmac).

A carne não está no cardápio de outras unidades de saúde, conforme apurou a reportagem, como na Maternidade de Cruzeiro do Sul, por falta de pagamento aos fornecedores do Juruá.

O fornecer em Rio Branco respondeu negativamente ao pedido feito pelos gestores dos hospitais. Num áudio obtido pelo acjornal, o gerente da distribuidora de carnes diz: “avisa aí na maternidade que eu não vou enviar carne mais não, viu? Não me pagaram. Não vou ficar enviando pra me pagarem no ano que vem, não tem jeito não”.

“Bom dia. Fomos informados que não vai fazer nenhuma entrega daquela ordem que saiu, pois o mesmo não recebeu. Ele disse que está suspensa a entrega de carne”, relata um servidor em mensagem dirigida ao gestor do Huerb.

“Passei aqui para o financeiro, mas o financeiro não liberou por que tem muito pagamento em aberto. Tá sem previsão de ir (fornecimento) e a gente já fez a entrega de acordo com o que a gente podia entregar. Já mandamos a ultima entrega do ano. O Financeiro não liberou por que tem muito pagamento pendente. Não vai ter como eu atender vocês dessa vez”, diz uma funcionária da empresa ao gestor da Maternidade de Cruzeiro do Sul.

O proprietário da empresa disse que só haverá algum acordo com o governo que assumirá em primeiro de janeiro. Os valores em aberto não foram revelados. O empresário pediu para preservar o nome de sua empresa.

 

Mais Notícias
Carregue mais
%d blogueiros gostam disto: