Má fé ou descuido? Profissionais que hoje estariam inabilitados tentam vaga no Mais Médicos do Acre

REDAÇÃO

Muitos médicos de Cruzeiro do Sul estão inscritos no atual ciclo do Programa Mais Médicos para o Brasil mesmo com contratos efetivado em prefeituras, Samu, hospitais regionais e até cargos de confiança.Todos aguardam homologação para trabalhar na região do Vale do Juruá, para recompor as vagas de profissionais cubanos que deixaram o país.

Há caso de médicos que já estão lotados no Estado, especificamente no Hospital Regional do Juruá, mas tem contrato com unidades de Juiz de Fora, em Minas Gerais.

Porém, eles não dão qualquer garantia de que cumprirão a carga horária exigida pelo programa, ou seja, 40 horas semanais, incluindo atendimentos nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), visitas domiciliares, estudos e pesquisas e informe mensal de dados.

Esses médicos têm vínculo empregatício com outros estados, como o Rio de Janeiro e Minas Gerais, e até prefeituras do Acre. O acjornal publica abaixo a lista dos médicos inscritos que precisariam se descompatibilizar dos outros contratos, sob pena de a população do Acre ser lesada com assistência ineficiente – ou nenhum atendimento.

Em Cruzeiro do Sul, uma médica lotada no Mais Médico, com carga horária de 110 horas, tem contratos espalhados na região, conforme registro no CNES (Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde).

Investigação social

A coordenadora da Comissão estadual do Mais Médicos, Márcia Andréia, informou que caberá ao secretário de saúde de cada município fazer investigações sociais para evitar a homologação de profissionais vinculados a outros contratos. O edital foi prorrogado, com inscrições até o dia 17 de dezembro, para 104 vagas no Acre. Se estas vagas não forem preenchidas, haverá tempo para novas inscrições. “Inicialmente, esta investigação cabe ao gestor municipal. Caso ele homologue um profissional que já tem carga horária em outro estabelecimento, nós, mediante denúncia que pode ser feita pela comunidade, poderemos encaminhá-la aos setores competentes”, disse a médica.

Chama atenção o fato de o sistema do CNES não ter feito qualquer alerta sobre o vínculo dos médicos que tentam se habilitar indevidamente ao Mais Médico. Os dados publicados neste reportagem são atuais.

O Programa Mais Medicos para o Brasil é uma bolsa estudantil e não um concurso publico podendo o profissional Medico ser desligado a qualquer momento e o município sofrerá sanções.

Lista de nome Médicos Alocados para Cruzeiro do Sul-Acre ainda não homologados, com carga horaria de outros contratos registrados no CNES.

– Duarte Oliveira Tutucima – Lotado em Mâncio Lima na USF ( Francisco Alencar ) contrato 40hrs semanais.

– Ronierisson de Lima Sarah – Lotado Hosp Regional Juruá 20hrs / Central de Regulação 30hrs / Ubs Floresta Guajará-Am 40hrs.

– Aldemar Candido Maciel Filho – Lotado UBS 25 Agosto 20hrs / Sec Municipal Saúde Czs 20hrs.

– Pedro Samuel Milani Nogueira – Lotado Ubatuba Sp Sta Casa Misericordia Ibatuba 12hrs.

– Anassaildes de Souza Lima – Lotado Hosp Regional Juruá 20hrs / Ambulancia USA Czs com 30hrs / Rodrigues Alves UBS Eutalia Paula Oliveira 40hrs.

– Samae Alves Gonzaga de Messias – Lotada Hosp Mulher Crianca Juruá 30hrs / Mancio Lima Hosp Dr Abel Pinheiro 40hrs / Mâncio Lima CAPS Nova Vida Raimundo Moreira Marques 20hrs.

– Jadisom dos Santos Baptista – Lotado Duque de Caxias RJ Hosp Estadual Adão Pereira Nunes 12hrs / São João de Miriti RJ UBS Gato Preto 40hrs.

– Vanessa Lima Messias – Lotada Unimed Rio Branco Ac 36hrs.

– João Paulo Moreira da Costa – Lotado Capixaba CAPS Robson Tadeu 30hrs.

– José Concepcion Diaz Sanchez – Lotado Hosp Mulher Criança Juruá 40hrs / Centro Diagnostico Edson Mesauita Czs 20hrs / Atenção Privada 2hrs.

Pedro Mendonça Cyranka – Lotado Hosp Regional Juruá 30hrs / Minas Gerais HPS Dr Mozart Geraldo Teixeira 20hrs / HSVP Juiz de Fora 13 hrs / Hosp Monte Sinai Juiz de Fora 12hrs.

– Marcio da Silva – Sem Cadastro no CNES.

 

Mais Notícias
Carregue mais
%d blogueiros gostam disto: