Tião Viana joga a toalha e seu assessor especial de 70 anos ganha R$ 20 mil para fazer molecagem na Internet

REDAÇÃO

O governador Tião Viana não acredita mais na mínima possibilidade de o candidato do PT,. Marcus Alexandre, ir para o segundo turno. Sequer tem esperança de que o ex-prefeito consiga bater na casa dos 35% dos votos válidos nas eleições do próximo domingo. Em conversa reservada com assessores, nesta quarta-feira, Viana disse que as eleições estão perdidas, e ainda espera que a Frente Popular consiga eleger ao menos dois deputados federais dos oito possíveis. O desabafo foi feito após ter recebido uma avaliação dos coordenadores da campanha do PT em todos os municípios. Ainda nesta quinta-feira o acjornal publicará reportagem sobre o que disseram os coordenadores nas principais cidades do Acre.

“Façam o que achar melhor”, teria dito Tião Viana após comparar a avaliação que veio do interior com as pesquisas internas feitas pelo PT. Um pecuarista ouvido pela reportagem confirmou o “clima de velório”. O Partido dos Trabalhadores, aliás, não publicou nenhum levantamento ao longo do ano sobre as intenções de voto para candidatos majoritários. Apenas consumiu internamente números negativos. A queda em 8% do senador Jorge Viana em três meses e a ascensão do deputado Ney Amorim, candidato a Senador, aumentaram a desolação no Gabinete Civil.  O presidente da Aleac ainda pode surpreender, numa disputa que promete emoções fortes com Márcio Bittar pela segunda vaga. Haveria entre os petistas um último suspiro a ser dado nas próximas 48 horas, isso se o Ibope (nesta sexta) e a Agência Delta (no sábado) não confirmarem a vitória do senador Gladson Cameli no primeiro turno.

Monteiro

Antônio Monteiro, assessor especial do governador, definitivamente, não integra o reduzido grupo de petistas que ainda respeita adversários. Não se sabe qual a função do empresário, dono do hotel mais luxuoso do estado, que ganha R$ 20 mil ao mês, amanhece e anoitece nas redes sociais postando e compartilhando ofensas e outros ataques aos oponentes. O cidadão, próximo de completar 70 anos, nega-se a assumir comportamento minimamente exemplar como pai e chefe de família. Na tarde desta quinta, provavelmente na falta do que fazer, mas com a conta bancária cheia, Monteiro reproduziu informação falsa, em que responsabiliza o senador Gladson Cameli pela apreensão de um avião “abarrotado de dinheiro”. O fake news cita a Polícia Federal como responsável pela apreensão. A assessoria da PF desmentiu a ocorrência.

Mais Notícias
Carregue mais
%d blogueiros gostam disto: