Crescente nas pesquisas, Ney Amorim deve sofrer ataques de “fogo amigo” na reta final

REDAÇÃO

O radar das previsões detectou que há a possibilidade de publicação de notícias falsas com a intenção de prejudicar a caminhada final do candidato Ney Amorim. Há rumores de que estão sendo preparadas e devem ser distribuídas fakes News, sem compromisso com a verdade, para atacar (mais uma vez) a imagem do presidente da Aleac. Ney reúne novos apoiadores a cada instante e esse crescimento deve ser alvo de ofensas sem precedentes. Nas redes sociais, o carisma do candidato está evidente, inclusive entre alguns dirigentes partidários da oposição e internautas que antes declaravam apoio a Jorge Viana.

Um grupo de petistas que se mantém fiel a Ney Amorim decidiu “comprar a briga” nas horas que antecedem a votação. O objetivo é blindar o candidato contra toda acusação leviana, numa corrente para desclassificar notícias que possam prejudicá-lo até domingo. O candidato tem agradecido ao maior número possível de voluntários, e orienta sua militância e não revidar possíveis ataques na mesma moeda. Ele entende que o eleitor precisa ser respeitado e a população saberá fazer o melhor julgamento.

Os últimos números das pesquisas internas feitas por partidos da Frente Popular, inclusive pelo próprio PT, mostram uma movimentação favorável ao deputado. O fogo é amigo – ou falsamente amigo. Os sinais de fumaça estariam saindo de casamatas da FPA. Quem está mais próximo do candidato diz que “é hora de ficarmos ainda mais vigilantes contra tudo isso”.

Enquanto Ney cresce nas intenções de voto, Jorge Viana despenca. Esta projeção foi confirmada na pesquisa do Real Time Big Data, contratada pela Rede Record e divulgada nos últimos dias. O candidato mantém a serenidade ao comentar o assunto. “Não era esse o quadro que queríamos. Tudo isso é muito lamentável. Eu tenho pautado a nossa campanha no respeito a qualquer adversário. Eu jamais ataquei ninguém. E não farei isso por duas razões: não é o meu perfil e, além disso, o eleitor não aprova esse tipo de estratégia. Eu fico com a imagem de uma militância fiél, aguerrida, que acredita num novo senador, capaz de avançar, propor, somar ou compartilhar boas propostas….sem jamais dividir ou diminuir”.

Mais Notícias
Carregue mais
%d blogueiros gostam disto: