Cardiologista Rejane Velloso é a aposta de sindicalistas, CRM e conselhos de classe para assumir a Saúde

REDAÇÃO

A cardiologista acreana Rejane Holanda de Velloso é apontada como a aposta número 1 para assumir a Secretaria de Saúde a partir de janeiro de 2019. O nome da médica é abertamente apoiado pelas duas principais entidade de defesa dos trabalhadores e tem aceitação notável entre os profissionais da área. “É uma mulher séria, comprometida com a sua profissão e com a saúde do estado. Certamente, uma nomeação desse nível contemplaria a classe médica”, opinou a presidente do Conselho Regional de Medicina, Leuda Dávolos.

“Seria um dos grandes acertos do governador Gladson Cameli. A dra. Rejane percorreu todas as unidades recentemente, conheceu os problemas do setor e, nesta campanha, se dedicou como poucos ao projeto da mudança com competência. Aliás, este slogan nunca caiu tão bem como agora”, declarou a presidente do Spate, Rosa Nogueira, que representa enfermeiros, técnicos e auxiliares em todos os 22 municípios. “É uma aposta nossa enquanto representantes sindicais e profissionais da área. Seguramente, seria uma gestora que emprestariam muito os seus conhecimentos para melhorar a relação governo-trabalhadores e alcançar bons resultados no atendimentos aos pacientes do SUS”, disse Adailton Cruz, presidente do Sintesac, o sindicato que representa os servidores administrativos da saúde.

“As propostas do Plano “A Saúde que Queremos” são fruto de uma grande articulação para apoiar a candidatura do senador Gladson. A doutora Rejane tem o perfil ideal defendido pela sociedade civil organizada envolvida nesse projeto, inclusive os conselhos regionais de Medicina e de Enfermagem”, declarou Francinete Barros, presidente do PP Mulher e secretária geral do Sintesac.  A conselheira de Controle Social em Rio Branco, Alesta Amâncio, lembra que “Rejane Velloso foi fundamental na elaboração do plano de governo destinado a melhorias na saúde”. Segundo a conselheira, “a médica esteve presente em todas as unidades do estado e conheceu as deficiências gerais que deverão ser corrigidas na futura gestão”.

Rejane é casada com o também médico Eduardo Veloso, oftalmologista e primeiro suplente do senador Márcio Bittar (MDB). Ela nasceu no Bairro 15 em rio branco. Completou um ano de residência em oftalmologia e hoje é cardiologista, uma das especialidades mais carentes do Acre, e também conta com o aval dos conselhos de classe ligados a saúde. Numa sessão solene em homenagem ao Dia do Cardiologista, Rejane teve o reconhecimento pelos serviços prestados ao Acre. As homenagens foram do Centro Hemodinâmico e Cardiológico de Rio Branco (Hemocardio), no dia 14 de agosto

Mais Notícias
Carregue mais
%d blogueiros gostam disto: