Policial assume erro e governo pede desculpas por gás lacrimogêneo em Desfile da Independência

REDAÇÃO

Em nota, o Comando da PM admite ter havido erro no lançamento de gás lacrimogêneo durante o desfile do Colégio Militar Tiradentes, nesta sexta-feira, na Avenida Getúlio Vargas. O policial que manuseava o artefato assumiu ter errado tao logo a fumaça invadiu as arquibancadas e causou correria. A intençao era soltar jatos de fumaça colorida, para abrilhantar ainda mais o desfile, diz a nota. O militar, ao ser ouvido, se disse muito triste. Ele não deve ser punido. O governo pediu desculpas publicas, inclusive as crianças e seus pais, afetados pelo incidente. Leia a nota abaixo

 

Mais Notícias
Carregue mais