Na pêia para Gladson e acusado de “corpo mole” depois que virou empresário, Itamar estaria afastado da campanha do PT no Juruá

REDAÇÃO

O ex-prefeito e atual assessor especial do Governo do Acre, Itamar Pereira de Sá, um dos maiores salários do estado (R$ 19 mil) teria sido afastado da coordenação da campanha do candidato Marcus Alexandre no Vale do Juruá. Uma fonte ligada ao próprio Partido dos Trabalhadores disse que tratavam do assunto como questão de honra, considerando a pouca importância dada pelo assessor à estratégia para vencer as eleições na região. Itamar tem sido duramente criticado por cardeais da legenda, principalmente por não conseguir deslanchar a campanha do petista no reduto dominado pelo senador Gladson Cameli (PP), líder nas pesquisas de intenção de votos. A substituição de Itamar era pauta morna do diretório municipal do PT até o fim da semana passada. Mas ele foi visto  reunido com dirigentes da oposição.

A pesquisa do Data Control divulgada nesta terça-feira reascendeu a discussão. Outros estudos feitos por diferentes institutos de pesquisas revelam, ainda, que Cameli vence Marcus Alexandre em todas as cidades do Acre. Pesquisas internas, encomendadas pelo próprio PT, também confirmam esta tendência, o que torna insustentável a permanência de Itamar nas três últimas semanas de campanha, considerando o desempenha desanimador nas cidade de Mâncio Lima, Marechal Thaumaturgo, Porto Walter, Santa Rosa e Rodrigues Alves.

Itamar tem dado prioridade total aos seus negócios, deixando a política partidária em segundo plano. O assessor do governo controla, em sociedade com o publicitário Rodrigo Pires, a franquia da barbearia de luxo Dom Bigode em Cruzeiro do Sul. Ao lado do estabelecimento, no Centro da cidade, está localizada a franquia de sorvetes Mileto, também de sua propriedade. Além disso, Itamar de Sá é quem determina a linha editorial do site Juruá em Tempo, dedicado a publicar notícias exclusivamente ofensivas aos opositores, e um dos clientes da Cia de Selva, a agência que rateia a milionária verba institucional para divulgar atos do governador.

A dom Bigode tem sido ponto de encontro de petistas no Juruá. O estabelecimento abre todos os dias e reúne correligionários locais e outros dirigentes em visita a Cruzeiro do Sul.

Mais Notícias
Carregue mais
%d blogueiros gostam disto: