Leitor questiona “probidade” de Sawana, que tem pai “assessor da Presidência” e irmã comissionada no Acre

REDAÇÃO

“Assessor da Presidência”. Qual presidência? Onde? A resposta fica no vazio quando o assunto é checado no Portal Transparência do Governo do Acre. O personagem da história é pai da secretária Sawana Carvalho (Gestão Administrativa), a blindada secretário de Tião Viana. A reportagem foi provocada por uma carta anônima, em que um leitor questiona o zelo com o qual Sawana diz desempenhar suas funções. No documento, o leitor nos direciona, mais uma vez, à folha de servidores ativos do governo, onde é possível identificar a irmã da secretária, cargo comissionado com “CEC indireta” e salário superior a R$ 5 mil. “O que causa espanto é o fato de o Acre enfrentar a maior crise econômica de sua existência, onde algumas centenas de aprovados em concursos (PM´s, PCivil, medicos e outros tantos), que por méritos próprios conquistaram uma vaga nos concorridos concursos não podem ser admitidos por que o governador extrapolou a Lei de Responsabilidade Fiscal nomeando apadrinhados e parentes de secretários”, relata o leitor.

 

 

A carta foi endereçada anonimamente ao diretor de redação do acjornal, jornalista Assem Neto. No documento (veja ao lado), o denunciante diz ser alvo de perseguições, razão pela qual não se identificará.

Nota da redação

Consideramos de interesse público a denúncia.  A angustiante espera dos concursados é notória, sobretudo pelo fato de os certamos já estarem vencidos, não justificando o governo deixar de convocar os aprovados. Por outro lado, o inchaço na folha, em virtude de nomeação que não cessam, contraria o discurso de austeridade das autoridades envolvidas.

Mais Notícias
Carregue mais
%d blogueiros gostam disto: