Apos ser seguido e intimidado, prefeito de Capixaba denuncia antecessor por crime de ameaça

REDAÇÃO

Empossado prefeito no ultimo dia 30, em sessão solene da Câmara de Vereadores, o prefeito de Capixaba, Antonio Cordeiro da Silva, o “Joaozinho”, do MDB, foi obrigado a alterar a sua rotina e mudar os caminhos que sempre fazia de sua residencia para o local de trabalho. Uma atenção especial a segurança do prefeito se tornou necessária desde o domingo (2), quando ele prefeito sofreu serias intimidações ao chegar em sua residencia, em Rio Branco. Um numero ainda não identificado de pessoas, ocupantes de um veiculo de cor vermelha, fazia uma sessão de fotografias do prefeito e de seus filhos, numa região povoada da capital. Se sentindo intimidado, Antonio Cordeiro da Silva buscou imagens de segurança dos vizinhos e deu inicio a uma investigação, sozinho, quando descobriu que o veiculo esta no nome de um irmão do prefeito afastado da cidade, Jose Augusto Gomes Cunha.

A pesquisa feita pelo prefeito foi alem: o endereço do veiculo é o mesmo onde moram familiares de Jose Augusto (Rua Felinto Muller, no Centro de Senador Guiomard). Jose Augusto foi afastado por ordem do Tribunal de Justiça, a pedido da Policia federal, apos ser levado coercitivamente para depor, na semana passada, numa investigação que envolve o desvio de milhões dos cofres públicos de Capixaba. O secretario de planejamento do município, aliado do ex-prefeito, também perdeu o cargo. Ambos estão impedidos de frequentar repartições publicas e devem enfrentar dois julgamentos paralelos: um na esfera judicial, por improbidade; e outro na seara politica, na Câmara Municipal, onde a maioria dos parlamentares pretende pedir o seu Impeachment.

Orientado por advogados, o prefeito prestou queixa na delegacia de Capixaba, nesta segunda-feira (3), por crime de ameaça. O delegado Marcus Jose da Silva Cabral deve ordenar a intimação do irmão do prefeito afastado e de outras pessoas que estavam em comportamento suspeito. O advogado Erivelton Menezes, que assessora o prefeito, disse que não acredita em coincidência e espera que a policia dê respostas breves sobre o que chama de intimidação grave. “A administração da cidade não sofreu descontinuidade. Muito pelo contrario, muito vícios estao sendo corrigidos. O que queremos e o direito de o prefeito administrar sem a sombra da ameaça”, disse o advogado.

Os dois filhos adolescentes do prefeito devem mudar de domicilio, mesmo que sejam prejudicados no ano letivo. O prefeito não faz mais deslocamentos desacompanhado.

O clima em Capixaba nao é bom. Grupos que apoiam o prefeito afastado espalham informações de que ele voltaria ao poder imediatamente.

O prefeito Joãozinho disse que nao vai comentar assuntos que só dizem respeito a justiça. “A minha obrigaçao é cuidar da cidade e de quem mora aqui. Enquanto eu for prefeito, exercerei meu papel com dignidade, inclusive respeitando meus adversários”, declarou Joãozinho.

]

Mais Notícias
Carregue mais
%d blogueiros gostam disto: